Ciclo Nutri Assessoria e Consultoria

Aalimentação saudável é obtida através do consumo de diversos grupos de alimentos como carnes, cereais, verduras e frutas. A combinação destes grupos qualitativa e quantitativamente deve fornecer as necessidades de energia, reparação e crescimento (proteínas), além dos minerais, micronutrientes e vitaminas para a manutenção do bom funcionamento do organismo. No entanto, essa ?química da vida? nem sempre é respeitada. As dificuldades do dia a dia na ingestão de uma dieta saudável e o crescente uso de alimentos processados ocasionam, quer pela falta ou excesso, desvios nutricionais que comprometem a saúde e a qualidade de vida em adultos e crianças.

A fim de contribuir para uma alimentação saudável, as políticas de saúde pública no País objetivam coibir os excessos de açúcar, gorduras saturadas e sal e promovem o enriquecimento/fortificação dos alimentos sólidos e bebidas industrializados.

alimentos-fortificados

Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), alimento enriquecido (que já contém o nutriente, porém, em baixa concentração) ou fortificado (não contém o nutriente específico) é aquele no qual foi adicionado um elemento com a finalidade de reforçar seu valor nutricional.

O enriquecimento e a fortificação dos alimentos são de grande importância na saúde pública em diversas faixas etárias, desde a infância até a terceira idade ou ainda em gestantes, lactantes e na recuperação nutricional de doenças, pois nem sempre a alimentação diária supre as necessidades de proteínas e gorduras essenciais ( ácidos graxos da séries ômegas 6 e 3) e a de minerais (cálcio e fósforo), micronutrientes (ferro, zinco, iodo, selênio) e vitaminas ( C, D e ácido fólico).

No Brasil, estudos demonstram alta prevalência de anemia ferropriva na primeira infância, além das deficiências de cálcio e vitamina D e ácidos graxos ômega-3 que podem comprometer o crescimento e desenvolvimento cognitivo em crianças.

alimentacao gestanteNas gestantes, a deficiência de ácido fólico pode apresentar anemia, parto prematuro e más formações congênitas do tubo neural do feto. Em adultos, a deficiência de vitamina D, fibras e de alguns ácidos graxos essenciais na alimentação como os da série Ômega-3 que incluem o EPA ( eicosopentanóico) e DHA (docosa hexaenóico) levam a situações de hipertensão , hipercoagulabilidade sanguínea e maior estado inflamatório. A baixa impregnação do DHA no Sistema Nervoso Central para o feto durante a gestação e em crianças ocasiona déficit cognitivo (aprendizagem) e nos adultos dificuldades na memória e propensão às doenças degenerativas como Alzheimer.

O enriquecimento/ fortificação é utilizado quando o acesso e a disponibilidade de alimentos é limitado e, portanto, não há oferta de nutrientes em níveis adequados na dieta associado ao nível de carência nutricional da população. Apresenta-se como intervenção de saúde pública de custo-efetividade, e a médio e longo prazo pode elevar o status de micronutrientes na população a custo razoável.

Fonte:nutricaopraticasaudavel.com.br

Até a próxima semana!!!

Dúvidas, sugestões, dicas, curiosidades… é só entrar em contato conosco:contato@ciclonutri.com.br.

Ciclo Nutri
www.ciclonutri.com

marca 2


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Responsive image
Responsive image