prefeitura 1

O Arquivo Público da Cidade de Aracaju, unidade da Secretaria Especial de Cultura (SEC/Funcaju) realizou na manhã desta segunda-feira, 14, palestra “Os índios do imaginário sergipano”, proferida pelo historiador e mestre em antropologia Diogo Monteiro. O evento, de acordo com o diretor da unidade, Anderson Curvelo, foi para lembrar o Dia do Índio, comemorado em 19 de abril.

Além de palestra, foi exibido um documentário com o mesmo tema, feito com alunos do ensino fundamental, sobre o visão deles sobre o índio e sua cultura”, explicou Anderson. O evento foi organizado pela professora de história Patrícia Coutinho, que trabalho no Arquivo, juntamente com a também funcionária Cileide Moraes.

Tanto a palestra e a exibição do documentário contaram com a participação de alunos do ensino médio do Colégio Unificado, que aprovaram a iniciativa da unidade da SEC/Funcaju). “Foi muito interessante porque a visão que eu tinha da cultura indígena era um pouco errada. Vimos que sofremos um estupro cultural, onde acreditamos que os portugueses foram quem descobriram o Brasil, mas na verdade os índios já habitavam no país. Essa é a nossa cultura raiz e a gente desconhece e muitas vezes não aprova”, destacou Vanessa da Silva Lima Alves, aluna do 2º ano.

Para Daniel Soares Prado, também cursando o 2º ano, o evento foi bastante interessante. “Parte do que vimos hoje aqui eu já sabia. O branco herdou a cultura romana de segregar as raças, os povos. E apesar dos portugueses serem considerados bárbaros e serem segregados pelos romanos, acabaram absorvendo essa cultura e passaram a ser segregadores, fazendo o mesmo com os índios, quando chegaram aqui no Brasil”.

O mestre em antropologia Diogo Monteiro destacou a importância em promover eventos como este organizado pelo Arquivo Público. “É preciso corrigir a imagem que a gente tem do índio, que foi sempre mostrada de fora, passada pelo provo europeu e não pelo indígena. A gente precisa mostra essas inversões e divisões e valorizar a cultura indígena”, destacou.

Dia do Livro

Aproveitando a presença de estudantes na unidade, também foi organizada uma pequena exposição de livros que falam sobre Sergipe, sobre Aracaju, seus bairros e sua história. “Organizamos essa mostra para lembrar o Dia do Livro, comemorado em 23 de abril”, destacou Cileide Moraes.

O Arquivo Público Cidade de Aracaju é uma local de pesquisa, localizado na avenida Hermes Fontes, 399, bairro São José e funciona das 8h às 17h30, de segunda a sexta-feira.

Fonte: SECOM Aracaju


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Responsive image
Responsive image