berço seguro

Para a maioria das mães, montar o enxoval do bebê é uma tarefa das mais prazerosas. Folheia revista daqui, visita loja de lá, o que algumas podem esquecer é que, mais importante do que a estética é a segurança dos móveis infantis ? principalmente o lugar onde o pequeno irá dormir. Por isso, o Inmetro estabeleceu normas que estabelecem os requisitos obrigatórios de segurança para berços. O objetivo é prevenir acidentes e orientar os pais na hora da escolha.

?Vamos dar um tempo para fabricantes e comércio se regularizarem. Em 2014, todos os berços considerados seguros terão o selo do Inmetro?, explica o gerente da Divisão de Programas de Avaliação da Conformidade do Inmetro, Gustavo Kuster.

Segundo ele, a decisão do Inmetro se baseou em um estudo feito em 2007 que avaliou 11 diferentes marcas de berço. Todas foram reprovadas. Além disso, de todas as reclamações recebidas pelo órgão, 13% dizem respeito aos móveis. ?Os problemas são mais comuns do que imaginamos. Um bebê passa 15 horas dentro de um berço, aquele é o universo que ele tem pra explorar. Então ele puxa a grade, pula, coloca a boca, ou seja: interage de todas as formas com aquele móvel?, diz.

A representante da ONG Criança Segura, Ingrid Stammer, ensina que uma das dicas é ler o manual de instrução do berço ainda na loja, antes da compra. ?Ali é possível ver a composição da tinta, que não deve ser tóxica e nem conter chumbo?, orienta, ressaltando que o móvel deve ficar sempre longe de janelas, evitando risco de quedas.

Fonte: Ciência e Saúde

Brava Segurança

www.bravaseguranca.com.br

Brava 800x600


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Responsive image
Responsive image