Como fazer o bife ideal

Alguns cuidados são necessários para fazer um bife suculento e saboroso

foto principal

O bife deve ser cortado na direção da fibra da carne, como esse de contrafilé

O segredo do suculento e saboroso bife não é, na verdade, nenhum segredo. É a qualidade da carne e simplicidade no preparo. Tecnicamente, tipo de corte, espessura, tempero, temperatura e tempo de cozimento fazem diferença ? tudo depende do resultado que o cozinheiro quer obter.

A escolha do corte está diretamente relacionada com o modo de cozimento. Os bifes exigem cocção rápida em frigideira, grelha ou churrasqueira. Para isso são mais adequados os cortes macios (filé-mignon, contrafilé, alcatra, maminha, picanha, bisteca, fraldinha ou ponta do contrafilé). Normalmente, as peças do quarto traseiro do gado têm a suculência garantida pela presença da gordura entre os músculos. Mesmo se a pessoa não pretende consumir a gordura, deve mantê-la no preparo. Mas também é possível obter bons bifes a partir de carnes mais magras. Cortes com menos gordura como coração de alcatra, filé-mignon e baby beef também funcionam. E se a carne for proveniente de animal jovem tende a ser mais macia. Nesse caso, dá para arriscar cortes como coxão mole, coxão duro e patinho.

Para alguns chefs, um bom bife deve ter no mínimo um dedo de altura ou pelo menos um centímetro. São as dimensões ideais para que ele fique cozido no tempo certo sem perder qualidades de textura. Para quem gosta de mal passados, o ideal é até dois centímetros para frigideiras e cinco centímetros para grelhas e churrasqueiras. Ficarão mais suculentos.

Uma dica importante é não bater o bife. Além de tirar o suco da carne, machuca as fibras. Nessa lógica, o martelo obviamente fica de fora. O bife é a carne na sua essência. Por isso, quanto mais simples, melhor. A boa peça de carne fresca não precisa de muitos temperos, molhos e incrementos que podem mascarar o seu sabor. Basta usar sal e pimenta e, se desejar cebola e alho. Outra sugestão é colocar na frigideira um fio de azeite e acrescentar o alho picado e a cebola em rodelas bem finas e deixar murchar na gordura. Depois, afaste os temperos para o canto da panela e coloque o bife na frigideira bem quente no óleo temperado.

Marinar a carne também não é necessário, esse recurso pode cozinhar a carne prematuramente e deturpar o sabor. O ideal é fritar o bife em fogo médio. É preciso que a frigideira ou a chapa estejam quentes na medida. Se passar, provavelmente vai queimar a superfície da carne sem cozinhar por dentro. Os utensílios antiaderentes são os mais indicados.
Agora que tal preparar o seu próprio bife?

Receita da Semana

Bife ao alho

foto receita

INGREDIENTES

*01 Kg de contrafilé

*01 colher (sopa) de óleo

*06 dentes de alho

*Sal a gosto

MODO DE PREPARO

1. Em uma frigideira grande, aqueça o óleo e frite o alho até começar a murchar. Retire do fogo e reserve.

2. Com os bifes já limpo, coloque a frigideira com uma colher de óleo ou manteiga no fogo alto.

3. Quando estiver bem quente coloque um bife bem estendido e, com o garfo, faça-o passar por toda a frigideira, deixando-o dourar. Depois que ele dourar de um lado, vire-o e repita a operação do outro lado.

4. Coloque os bifes numa travessa e, em seguida espalhe o alho por cima deles. Se for preparado na chapa, o bife pode ser levado à mesa nela.

Rendimento: 6 porções

Espero que tenham gostado, beijos e um ótimo ano a todos vocês queridos!!!

Até mais,

Osanilde Oliveira.


Responsive image

Responsive image

Nada foi encontrado


Responsive image
Responsive image