limpar o nome online

São Paulo ? Brasileiros que estiverem com o nome sujo por conta de dívidas em atraso poderão, nas próximas duas semanas, renegociar seus débitos pela internet e voltar a ter acesso ao crédito.

Começou nesta segunda-feira o Feirão Limpa Nome Online, da Serasa Experian, que coloca inadimplentes e credores em contato para a limpeza do nome. O serviço está disponível durante 24 horas, até o dia 17 de abril, e conta com a participação de cerca de 90 empresas.

Das empresas participantes, 36 oferecerão condições especiais de descontos e parcelamentos: Anhanguera Educacional, Autotrac, Banco BMG, Banco Cifra, Banco Itaucard, Banco Mercantil, Banco Pan, Banco Bradesco, Bradesco Cartões, Bradescard, Cartões American Express, Bradesco Financiamentos, Cartão Marisa, Casas Bahia, Cepisa, Cifra Crédito Financiamento, CPFL, Credsystem, Escelsa, Financeira Itau CBD, Hipercard, HSBC, Itaú, Itaú Unibanco Financeira, Itaucred, Losango, Luizacred, Omni Financeira, Pernambucanas, Ponto Frio, Porto Seguro Cartões, Recovery, Santander, Santander Financiamentos, Supermaia e Tim Celular.

Para participar, basta acessar o site do Feirão Limpa Nome Online e preencher um cadastro gratuito. Depois disso, o consumidor é levado a uma página onde estão relacionadas todas as empresas participantes com as quais ele tenha alguma dívida pendente.

Ao escolher uma empresa, surgirá uma página apresentando as dívidas em aberto que o consumidor tem com ela e os canais de atendimento disponíveis, como telefone, e-mail e chat.

O consumidor poderá, então, entrar em contato diretamente com as empresas para negociar descontos e condições de pagamento diferenciadas.

Em alguns casos, será possível imprimir um boleto diretamente, a partir de uma proposta feita pela empresa.

A Serasa Experian lembra que, antes de negociar e aceitar uma proposta, o consumidor deve verificar um espaço em seu orçamento para pagar a dívida, colocando na ponta do lápis todas as suas despesas fixas e dívidas já assumidas ou previstas.

É importante escolher as condições e formas de pagamento que melhor se encaixem no orçamento, a fim de que a dívida renegociada não seja também impagável, e ele acabe se tornando inadimplente outra vez.

fonte:exame.com


Responsive image

Responsive image

Nada foi encontrado


Responsive image
Responsive image