Culinária junina

Chegou a hora da fogueira, da folia e das comidas juninas

principal

Legenda: As comidas típicas são as grandes atrações das festas juninas.

Tem curau, paçoca, cuscuz, quentão… Tudo conforme reza a tradição brasileira, que começou há muito tempo com o objetivo de homenagear os três santos que são reverenciados no mês de junho: Santo Antônio, São João e São Pedro.

A tradição de celebrar o mês de junho é antiga. Há mais de dois mil anos os povos antigos da Europa já festejavam nesta época do ano o início das colheitas. Fogueiras, danças e muita comida sempre fizeram parte destes rituais pagãos. No Brasil, a data é celebrada desde 1583. Mas apesar de ser conhecida em todas as regiões do território brasileiro, as festividades juninas ganham bastante expressão no Nordeste, onde as comemorações acontecem com quadrilhas, forró, fogueiras, balões, bandeirolas e culinária típica.

Em Sergipe tem festa o mês inteiro nos quatro cantos do Estado. Como o mês de junho é a época da colheita do milho, grande parte dos doces, bolos e salgados, relacionados às festividades, são feitos deste alimento. Pamonha, curral, milho cozido, canjica, cuscuz, pipoca, bolo de milho são apenas alguns exemplos. Além das receitas com milho, também fazem parte do cardápio desta época o arroz doce, bolo de amendoim, bolo de pinhão, bombocado, broa de fubá, cocada, pé-de-moleque, quentão, vinho quente e muito mais.

Além das simples e tradicionais receitas juninas preparadas com milho, amendoim, coco, arroz e batata-doce, hoje em dia também são encontradas nas festas receitas mais sofisticadas com esses mesmos ingredientes. Elas foram criadas para agradar a paladares mais sofisticados e também para incrementar as guloseimas nas comemorações de aniversários que acontecem nessa época do ano.

Apresentamos nesta edição uma receita que vai surpreender a todos: Brigadeiro Paçoquinha de Colher. Além de incrementar o menu das festas, a nossa primeira dica dessa temporada junina vai homenagear também o Dia dos Namorados, afinal é uma data doce, né?

Receita da Semana

BRIGADEIRO PAÇOQUINHA DE COLHER

receita

INGREDIENTES

*1 lata de leite condensado

*1 colher 9sobremesa0 de manteiga sem sal

*1 gema

*1/2 xícara (chá) de amendoim torrado sem casca

MODO DE PREPARO

1. Coloque o amendoim no processador e deixe moer até virar uma paçoca.

2. Junte todos os ingredientes, inclusive a paçoca, numa panela pequena e leve ao fogo (médio pra baixo), mexendo sempre com uma colher de pau, bambu ou silicone. Deixe a mistura ferver e encorpar. Assim que enxergar o fundo da panela, tire do fogo e continue mexendo por mais um minuto.

3. Despeje os brigadeiros em mini panelinhas, copinhos de café ou cachaça, tequila, entre outros. Decore com amendoim inteiros ou com a própria paçoca.

Harmonização

vinho

Alamos, vinho branco produzido com uvas Torrontés na Argentina.

Até a próxima semana, espero que gostem!!!

Abraços,

Osanilde Oliveira.

1. Lave as berinjelas e corte-as em cubos. Em uma panela de pressão coloque os cubos de berinjela, azeite, orégano, 1 cebola em cubos, alho amassado. Misture tudo, feche a panela sem levar ao fogo e deixe descansar por 12 horas.
2. Passado 12 horas, abra a panela e acrescente a pimenta calabresa, e o sal a gosto. Leve ao fogo e deixe cozinhar em pressão por 5 minutos.
3. Espere sair a pressão naturalmente. Abra a panela e acrescente os pimentões cortados em cubos, a azeitona e a outra cebola em cubos e a salsa ou manjericão. Misture tudo, deixe esfriar.
4. Coloque em um vidro com tampa e conserve na geladeira.
Sugestão: Sirva com pão sírio, torradas ou pão francês.


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Responsive image
Responsive image