Bruschetta: delícia de entrada

Fácil de preparar e apetitosa, a receita ganhou espaço nos menus de vários restaurantes do mundo

brus

Quando uma visita surpresa aparece ou quando, aparentemente, não há nada para servir, elas podem salvar o anfitrião. É que basta um pão rústico – como ciabatta, italiano ou de campanha – para que um mero tomate com azeite e manjericão vire um saboroso petisco. Simples assim. Mas, para quem quer caprichar na cobertura e variar nos sabores, há inúmeras possibilidades. É só usar a criatividade.

Na Itália, a clássica bruschetta é feita com uma fatia de pão italiano rústico, de farinha escura e grossa, de casca dura, tostada na grelha, esfregada com alho, untada com abundante azeite e polvilhada com sal e eventualmente com pimenta-do-reino. Há, porém, incontáveis variações para se preparar uma boa bruschetta. Na Puglia e na Campania, por exemplo, é feita com um pão crocante, chamado “frisella” ou “frisedda”. Na Calábria, Sicília e Basilicata, a bruschetta é feita com um pão comprido de semolina e sementes de gergelim, guarnecido com tomates, azeite e orégano.

No Brasil, a receita mais popular inclui manjericão, queijo mussarela e tomate, mas variações podem incluir pimenta vermelha, peixe, camarão, berinjela, carne e queijo. Aproveitar ingredientes é também um ótimo pretexto para uma leva de bruschettas. Sobras de legumes grelhados, presuntos, salames e outros embutidos são excelentes sugestões para combinar livremente.

No preparo, alguns detalhes são fundamentais para evitar que as convidativas fatias se transformem em simples torradas cobertas por tomate: a crocância da bruschetta não deve ser obtida em forno convencional. Utilize uma grelha de metal, que é facilmente encontrada e endurece o pão apenas por fora. Claro, se não tem a grelha não é por isso que deixará de comer a bruschetta. É só usar o forno convencional, deixando-o sempre em temperatura alta. Mas lembrem-se, sempre por poucos minutos.

Agora que tal um belisco italiano acompanhado de uma boa taça de vinho? Surpreenda seus convidados com a receita de Bruschetta de Mortadela com Pimenta. Não vai sobrar uma para contar história.

Receita da Semana

foto receita brus

Bruschetta de Mortadela com Pimenta


INGREDIENTES

*300g de mortadela com pimentas em tiras *6 fatias de pão italiano *2 tomates sem pele e sem sementes picados *2 dentes de alho picados *Azeite e Sal a gosto *Folha de Manjericão e pimenta-do-reino a gosto *50g de queijo parmesão ralado *Salsinha para decorar

MODO DE PREPARO

1. Em uma panela, aqueça o azeite e doure o alho. Acrescente os tomates e refogue.

2. Junte a mortadela com pimenta, o sal, a pimenta e o manjericão.

3. Coloque uma porção do refogado sob cada fatia de pão, salpique o parmesão ralado e leve ao forno médio (180ºC), pré-aquecido por aproximadamente 10 minutos.

4. Salpique a salsinha e sirva a seguir.

Harmonização

vinh 252

O Barco Reale di Carmignano é uma versão um pouco mais leve do reputado Carmignano, ficando pronto para ser bebido mais cedo. Com um “bouquet atraente e excelente profundidade”, esse tinto italiano acompanha bem entradas, massas e carnes brancas. Produzido na Toscana, com uvas 70% Sangiovese, 20% Cabernet Sauvignon e 10% Canaiolo. Temperatura de serviço ideal é de 18 a 10ºC.


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Responsive image
Responsive image