Quem tem vida de gente doida como a minha, do tipo de pessoa que o dia deve ter ao menos umas 72 horas pra dar certo sabe que se não anotar, vira tudo de cabeça pra baixo, literalmente. Sempre tive agenda e caderninho, na primeira anotada todos os compromissos, já no caderninho, as ideias e coisas futuras. Mas há um tempo as coisas foram ficando cheias de coisas, ou seja, tinha muita coisa embolada num caderninho só e os compromissos já não cabiam mais numa agendinha de bolso (e olha que já tive umas bem grandes, hehe).

Uma outra coisa me incomodava: ter que carregar mil caderninhos, bloquinhos e agendas na bolsa. Além de ficar perdida nas informações, tipo receber uma ligação pra marca uma reunião e ter que desligar pra procurar se tinha vaga no dia (oi? doida?desorganizada?). Foi aí que tive a ideia de reunir tudo num caderninho só dividindo por “setores” da minha vida. Depois de um tempo descobri que essa já era uma prática em muitos lugares por aí, mas mesmo assim me sinto criadora do meu planner, como é chamado por aí.

Já vi daily planners super personalizados e caríssimos, como o da Paper View, que é na faixa de 420,00 (uou!), mas que são cheios de chiquereza, sabe? Eu acho que super válido pra quem prioriza isso, mas eu tô aqui pra ensinar a fazer um caderninho de organização gastando quase nada, super baratex pra pessoas que assim como eu, precisam pagar muitas contas, hehe.

Pegue um caderninho qualquer (ganhei esse da Tyrol e já é o meu novo!), ele é maior dos que eu faço normalmente. Prefiro os médios porque vão fácil em qualquer bolsa, mas adorei esse novo também, até porque o número de anotações está aumentando, rsrs. Compre aqueles post-its da cor que preferir. Eu já tinha esses e só fiz cortar.

belle1

belle2

Pronto, agora é só fazer a divisão dos “setores”, isso é muito íntimo e tem que ser bem de acordo com a sua vida. Essa parte tem que ser muito bem pensada pra não desperdiçar papel ou se arrepender mais pra frente e desorganizar tudo. Faça uma listinha antes num papel separado, a minha foi assim:

Anotações: listas de coisas a lembrar, anotações mais gerais mesmo;

Agenda: aqui é a minha agendinha semanal mesmo, coloco os dias da semana e todos os compromissos diários;

Financeiro: dinheiro, bufunfa, contas a pagar, muitas contas a pagar;

Blog: ideias de postagens, planejamento, entrevistas e por aí vai;

Ballet: anotações de cursos, lembretes, lista de coisas pra viagem do ballet, passos, dúvidas, etc.;

Teatro: anotações da aula, coisas dos próximos ensaios, anotações de leitura de texto, pesquisas…

Projetos: tudo sobre os projetos a fazer, a concluir… tudo, mil coisas, rs.

belle3

belle4

Daí saí escrevendo em cada partezinha, tentando separar uma quantidade igual de papéis pra cada “setor”. Ah, uma dica boa é ter um caderninho que tenha uma parte com aqueles plásticos ou um compartimento pra guardar papéis extras e contas que chegam, sabe? É super útil. Gosto muito dos da papelaria Cicero e Moleskine, mas também sou super a favor de comprar um simples e personalizar: se joga! 😉

Espero que tenham gostado da dica!
Beijos e boa semana!

Bele
Sigam os instagrams:
@isabeleribeiro
@mercadoxiqueblog

mercado xique


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Responsive image
Responsive image