Rio 3

Como conseguir mais segurança para seu lar? Esta resposta que você está procurando não se encontra pronta e tampouco tem validade perene. É preciso reconstruí-la diariamente, a todo instante. Indiscutivelmente, a casa onde moramos deve ser um lugar de paz e tranqüilidade.

Nas duas últimas décadas, tendo em vista o aumento vertiginoso dos crimes de roubo e furto praticados em residências, milhares de famílias migraram de suas amplas casas para apertados apartamentos a fim de obterem a tão sonhada segurança.

Martin Luther King Junior disse que “na vida, todos estamos presos numa rede inescapável de interdependência. Aquilo que afeta cada um de nos diretamente, afeta todos nos indiretamente”.

Infelizmente, nos últimos anos, as estatísticas demonstram que o índice de crimes praticados em edifícios também aumentou consideravelmente. Isso resultou em mortes, prejuízos materiais e insegurança para os que sonhavam com paz e tranqüilidade ao mudar de uma casa para um apartamento. Independentemente se você reside em casa ou apartamento, deve estar ciente de algumas regras básicas de segurança.

A ignorância dessas regras pode colocar em risco sua integridade física e de seus familiares. É bom frisar que o crime de furto (subtração de bem móvel sem violência á pessoa) tem conseqüências mínimas se você colocar seus bens no seguro. Por outro lado, a ocorrência de roubo (subtração de bem móvel com violência a pessoa) pode gerar grande perigo á integridade física da vítima, principalmente se o meliante fizer uso de arma de fogo.

Portanto, não devemos contar com a sorte e nos basear no pensamento ingênuo de que só os outros é que serão alvos dos bandidos.

Quais são os métodos mais freqüentes utilizados pelos marginais para entrar em residências ou edifícios? O meliante, geralmente entrará em uma propriedade por duas razoes principais:

1. Descuido total da vítima.

2. O marginal já possui informações de alguém (empregado, vizinho, prestador de serviço, amigo do filho etc.) acerca do que roubar e da rotina dos moradores.

Procure não comentar de sua vida com empregados ou conhecidos. Ninguém sabe o dia de amanha. Os marginais aproveitam de portas, janelas, portões abertos e sem vigilância. Para verificar se os moradores estão ausentes, os bandidos acionam o interfone, campainha ou efetuam ligações telefônicas para saber se há alguém em casa. Existe preferência por parte dos marginais para casas com grades baixas e bons carros nas garagens.

Os imóveis mais assediados são aqueles que não têm sistema de segurança ou alarmes. O bandido sempre procura a lei do menor esforço. Terrenos baldios ou desocupados ao lado dos imóveis são utilizados como ponto de observação e também como trampolim para entrar na propriedade.

Não permita que pessoas estranhas, com pretexto de fazer pesquisas ou demonstrar lançamento de produtos adentrem em sua casa. Não deixe objetos (brinquedos, bicicletas, roupas, sapatos, botijão de gás etc.) largados no quintal ou na varanda de sua casa. Se assim o fizer, estará “implorando” para que o ladrão “visite” sua residência.

Ruas com pouca iluminação, muitas arvores e tráfego reduzido de veículos, são as preferidas dos malandros. Em muitos casos, os bandidos passam por prestadores de serviço ou mendigos para se certificar sobre a movimentação de pessoas no local. Utilizam de crianças e falsos vendedores para conhecer os hábitos da família que será a vítima da vez. Economia no item segurança pode significar grandes prejuízos no futuro.

Não esqueça que o ladrão sempre espera pelo descuido da vítima. Cabe a você não facilitar o “trabalho” dele. Aprenda a focalizar sua mente a fim de alcançar mais segurança para você e seus familiares.

Um pequeno detalhe pode fazer grande diferença na sua segurança. Por isso devemos observar as orientações a fim de não sermos pegos de surpresa pelos marginais. Cada membro da família é responsável pela segurança de todos. Oriente antes, para não ter surpresas depois.

Fonte: Olhar Digital

Brava Segurança

www.bravaseguranca.com.br

Brava 800x600


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Responsive image
Responsive image