reuniao

O secretário municipal de Meio Ambiente de Aracaju, Eduardo Matos, participou de uma reunião na manhã desta quinta-feira (20 de novembro), na base administrativa da Fundação Mamíferos Aquáticos (FMA). A intenção do encontro foi alinhar estratégias de conservação do litoral sergipano.

Na ocasião, a diretora vice-presidente da FMA, Jociery Vergara-Parente, recebeu o secretário com uma apresentação histórica da instituição, que está completando 25 anos de atuação no Brasil. Em seguida, a pesquisadora associada da FMA e bióloga doutoranda, Sindiany Caduda, explicou que a Fundação será parceira da Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) para conservar a fauna e flora do litoral, incluindo o ambiente do manguezal, tão presente na capital sergipana.

“Faz parte da missão da FMA promover a conservação dos mamíferos aquáticos e seus habitats, pois está sempre em busca da sustentabilidade socioambiental. Então, diante de seu compromisso com o Meio Ambiente é que surge a iniciativa, convocando futuramente a sociedade a participar desse processo”, comenta a pesquisadora.

Segundo Jociery, a proposta é ampliar as possibilidades de proteção, tendo em vista pesquisas realizadas por membros da FMA no Grupo de Pesquisa em Geoecologia e Planejamento Territorial (Geoplan). “Um dos focos ainda é o desenvolvimento de pesquisas científicas e a promoção de uma consciência ambiental na população em geral. Trata-se de uma contribuição à cidadania e à conservação costeira e sua diversidade biológica”, aponta Jociery.

O secretário Eduardo Matos revela que a linha de projetos apresentados pela FMA é de fundamental importância. “Essa iniciativa é extraordinária devido ao envolvimento com a comunidade. A ideia da FMA é executar um trabalho estruturado para minimizar o impacto antropogênico em suas esferas”, afirma Matos.

FMA

Criada em 1989, a Fundação Mamíferos Aquáticos (FMA) é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que tem como missão promover a conservação dos mamíferos aquáticos e de seus habitats, visando o equilíbrio ambiental. Com atuação nacional, a FMA chega aos 25 anos consolidada como importante instituição de pesquisa, defesa, preservação e conservação do meio ambiente e promoção do desenvolvimento sustentável.

Fonte: SECOM Aracaju


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Nada foi encontrado

Responsive image