Aroma e sabor das ervas
Utilizadas frescas ou secas, elas transformam um prato simples em algo especial

foto principal

As ervas frescas devem ser adicionadas ao final da preparação dos pratos para manter as propriedade do alimento.

Aromáticas e saborosas as ervas dão o toque especial à boa cozinha. Usadas com imaginação, elas podem melhorar o sabor e o aspecto dos alimentos, convertendo um prato simples em algo especial. Não devemos ter medo de usar as ervas por não saber “o que combina com o que”, porque, embora haja certas combinações de sabores que são clássicas (a manjericão com o tomate ou a pizza com o orégano), de fato, as misturas de sabores são uma questão de gosto pessoal.

Para além da aromatização e sabor de quase todos os tipos de alimentos, as ervas podem também ser adicionadas na confecção de dietas especiais, como por exemplo, para diabéticos, obesos e pessoas com problemas cardíacos graves. E isto se deve ao fato de estas ervas e plantas serem destituídas de sal, gorduras e açúcar. No entanto, para manter as suas propriedades, as ervas só devem ser adicionadas aos alimentos no fim da sua preparação, uma vez que o calor as prejudica.

Alecrim, salsinha, sálvia, tomilho, manjericão, majerona, orégano… estas são apenas algumas das ervas que você pode ter em casa e usar sempre que quiser preparar um prato especial. Elas podem, inclusive, ser plantadas no jardim ou em pequenos vasinhos dispostos na janela da cozinha. O importante é que recebam terra, água e um pouco de luz.

De uso geral em molhos de massa, as ervas podem igualmente ser adicionadas às sopas, aos óleos, ovos, sanduíches, saladas e mesmo às sobremesas e bebidas. Nos pratos, use um leve toque apenas o suficiente para identificar o sabor natural e não para sobrepor o sabor do alimento. É importante também não misturar muitos sabores. Se a receita pede ervas frescas, use ervas desidratadas na metade da medida sugerida. As especiarias usadas com moderação proporcionam prazeres incríveis.

Confira a nossa sugestão dessa semana: Costela de cordeiro com molho de hortelã. Prepare essa deliciosa receita e surpreenda a família, ou amigos, no almoço de domingo!

Receita da Semana

COSTELA DE CORDEIRO COM MOLHO DE HORTELÃ

foto receita

INGREDIENTES

*6 costeletas de cordeiro por pessoa

*4 colheres (sopa) de azeite de oliva

*1 cenoura ralada

*1 cebola picadinha

*2 talos de salsão picados

*1 pedaço de canela

*4 dentes de alho amassados

*1 garrafa de vinho tinto

*4 cálices de creme de cassis

*2 cálices de aceto balsâmico

*6 a 7 ramos de alecrim

*1 maço de hortelã picada

*100 g de manteiga

*Sal e pimenta do reino a gosto

MODO DE PREPARO

1. Tempere o cordeiro com o sal, a pimenta do reino e o azeite de oliva. Deixe neste tempero durante uma hora.

2. Numa panela coloque a metade da manteiga, a cebola, a cenoura, o salsão, o alho, o alecrim e a hortelã. Refogue por 5 a 8 minutos. Em seguida despeje ¾ do vinho tinto, o creme de cassis e o aceto balsâmico. Deixe cozinhar em fogo baixo por aproximadamente 25 minutos. Retire e passe o molho por uma peneira. Retorne ao fogo e junte o restante da manteiga. Mexa sem parar até engrossar (aproximadamente 10 a 15 minutos). Reserve

3. Com um fio de azeite em uma frigideira, frite as costeletas de cordeiro por aproximadamente 3 minutos de cada lado. A carne deve ficar rosada por dentro. Disponha em pratos individuais e jogue o molho por cima.

Delicioso não é mesmo?! Depois me conta como ficou.

Até mais,

Osanilde Oliveira.


Responsive image

Responsive image

Nada foi encontrado


Responsive image
Responsive image