cheque-heathers-blog

Uma vítima adquiriu uma máquina fotográfica em uma galeria de São Paulo, pagando com três cheques pré-datados. Após dois meses, o Banco entrou em contato com a correntista, alegando que havia ultrapassado seu limite de cheque especial. A investigação bancária apontou que os três cheques citados haviam sido adulterados para valores superiores, totalizando cerca de R$ 5.000,00.

Cautela no uso de documentos pessoais, cartões de crédito e de bancos e principalmente no uso do talonário de cheques, as fraudes, falsificações e os golpes característicos do crime de estelionato, têm crescido astronomicamente nos últimos anos. A legislação é benevolente, as vítimas raramente registram ocorrência na delegacia, faltando ainda treinamento e equipamento no que tange a investigação policial. Portanto, é campo extremamente fértil para a ação dos lobos em peles de cordeiros. Por isso, é importante tomar alguns cuidados:

inadimplência cheques

1) Guarde seu talonário em lugar seguro de sua residência;

2) Jamais carregue na carteira o talão de cheques com todas as folhas, crie o hábito de portar apenas 2 ou 3;

3) Cruze as folhas de cheques antes de sair de casa, e preencha o mês e ano;

4) Não emita cheques para pessoas que exerçam atividades comerciais não legalizadas e que não disponham de notas fiscais;

5) Preencha o valor numérico e por extenso com letras grandes e uma colada na outra, não deixando espaços entre as palavras e números;

6) Nos espaços em branco, faça os riscos conhecidos como “jogo da velha – #”;

7) Evite cheque ao portador, preencha o campo referente ao beneficiário com o nome da empresa que você está realizando compra ou serviço;

teste782

8) Cuidado com a famigerada caneta hidrossolúvel, aquela que tem uma borracha especial que apaga a escrita sem deixar vestígios. Preencha seus cheques com caneta própria, recuse terminantemente canetas de terceiros;

9) Evite fornecer dados pessoais para cadastros de empresas, principalmente no telemarketing;

10) Ao constatar débito indevido em sua conta corrente ou aplicação financeira, vá à Delegacia mais próxima, levando cópia do extrato bancário e registre boletim de ocorrência. Em seguida, forneça cópia do BO para o gerente banco e peça rigorosa auditoria dos saques indevidos.

Fonte: Dr. JORGE LORDELLO
Pesquisador Criminal
Delegado de Polícia Licenciado
Consultor de Segurança

Até a próxima semana,

Brava Segurança

www.bravaseguranca.com.br

Brava 800x600

Fonte: Dr. Jorge Lordello
Pesquisador Criminal
Delegado de Polícia Licenciado

Responsive image

Responsive image

Responsive image

Responsive image
Responsive image