bike diadia

Trocar os carros pelas bikes é a atitude mais sustentável que pode ser feita em relação aos meios de transporte menos poluentes. No entanto, essa tarefa não é tão simples para quem mora em grandes cidades. Para tornar essa missão mais segura e prazerosa alguns cuidados específicos devem ser tomados. Veja como aproveitar a ?magrela? sem correr riscos no trânsito, principalmente em grandes cidades:

Busque estar visível: fique bem visível para os motoristas. Luzes e reflexivos na bicicleta, no capacete e na roupa são itens de extrema importância. Evite usar roupas escuras à noite.

A manutenção precisa ser regular: esteja com a bike em dia. Mantenha freio, pneus e corrente em boas condições, assim você não corre riscos de ficar ?na mão?. Com o tempo, aprenda a se virar sozinho com alguns consertos ? isso facilita a sua vida e dá mais independência.

Fuja do trânsito muito intenso: trace caminhos que fogem de grandes avenidas e ruas muito movimentadas. De carro é difícil perceber, mas os bairros oferecem rotas mais calmas, que são perfeitas para os ciclistas.

Tenha paciência: não tem jeito! O preparo físico vem com o tempo. Comece pedalando com regularidade, aos fins de semana, depois comece com rotas um pouco maiores. Com o tempo, naturalmente, seu corpo se acostumar e você vai conseguir pedalar distâncias maiores.

Tenha bom senso para usar a via: evite ficar muito encostado na guia da calçada, marque o seu espaço nas vias. Por lei, os carros devem manter a distância de 1,5 metros das bicicletas. Por isso, não se ?esconda?, mas use sempre o bom senso. Não force uma situação contra um carro ou ônibus.

Use equipamentos de segurança: embora muita gente não goste, usar o capacete é importante. Além de proteger, ele garante mais visibilidade. Luvas são boas pedidas para proteger as mãos, no caso de uma queda e evita que elas fiquem ardendo no contato com o guidom.

Sinalize com os braços: use seu corpo para mostrar suas intenções. Não tenha medo de balançar o braço para sinalizar se você pretende virar uma rua ou não. É sua obrigação mostrar para o motorista o que você quer fazer. E pense como todos os motoristas deveriam pensar: de forma defensiva.

Contramão não: ande sempre na mesma mão dos carros, nunca na contrária. Motoristas conseguem ver com mais atenção o que está no mesmo sentido.

Evite distrações: atenção a todos os movimentos do trânsito é básico. Portanto, usar fone de ouvido ou outro artifício que te tire sua atenção dos outros barulhos não é recomendado.

Fonte: g1.com

Brava Segurança

www.bravaseguranca.com.br

Brava 800x600


Responsive image

Responsive image

Nada foi encontrado


Responsive image
Responsive image