Decoração-de-Natal-com-pisca-pisca-1

Aproveite as dicas de como evitar acidentes com a decoração natalina e ainda explica que, para economizar energia, usar pisca-pisca com 100 mini lâmpadas de LED garante uma economia 5 vezes maior de energia, pois a potência média dessas lâmpadas é de 6W, enquanto as comuns têm 35 W.

Para a decoração, a concessionária orienta a: não usar postes ou fiações como apoio nas áreas externas; adquirir produtos certificados com o selo do Inmetro; consultar um eletricista, se a decoração demandar muita energia; não utilizar benjamins ou sobrecarregar o circuito da tomada; não fazer emendas nos fios da iluminação de Natal; evitar o contato das lâmpadas e dá árvore de Natal com objetos e enfeites que podem ser inflamáveis; não deixar as luzes ligadas, se não houver ninguém em casa; não fechar as portas e janelas sobre a fiação; ter cuidado para reutilizar pisca-pisca; manter a fiação longe de crianças e animais.

Atenção com a decoração

A maior preocupação da Dra Rhéa é com os fios de luzes de pinheirinhos. “Cães e gatos podem roer a fiação elétrica e o choque pode ser fatal”. Outros elementos da decoração também precisam estar no radar dos donos. Dra. Rhéa explica que antigamente, quando havia bolinhas de vidros nas árvores, os perigos eram de cacos e cortes profundos, e que o melhor são os enfeites de plástico por oferecerem menor risco.

“O barbante e os laços, quando ingeridos, formam um corpo estranho linear. Tudo é novidade pros bichinhos . Um barbante é difícil detectar, assim como fitas de embrulho. O fitilho a gente não consegue enxergar em exames de imagens, e pode complicar pois é preciso abrir para tentar acha e retirar.”A orientação, neste caso, é deixar toda a decoração o mais fora de alcance, no canto da sala, atrás do sofá , e nunca sem supervisão. “Pacotes de presentes de plástico, por exemplo, o gato pode já entrar e se engasgar e sufocar. Abriu presente, já elimine tudo” conclui Dra. Rhéa.
Decoração Natalina: cuidado para evitar acidentes elétricos e com o aumento na conta de energia elétrica
As casas já começam a receber enfeites especiais. Mas é preciso tomar cuidado para evitar que a iluminação e os enfeites natalinos provoquem acidentes como choques elétricos, curtos-circuitos e incêndios, e também com o desperdício de energia elétrica. ?Nesta época do ano, o consumo de energia elétrica aumenta consideravelmente com o uso de ar condicionado, ventilador, etc. A instalação do pisca-pisca também deve ser levada em conta, na hora de verificar o consumo de energia elétrica no mês?, disse o Gerente Regional a Rede Caiuá, José Carlos do Nascimento.

Para se ter uma ideia, um pisca-pisca com 100 lâmpadas consome em média 9 kWh durante seis horas, por exemplo, no final do mês representaria R$ 3,42 de acréscimo na conta do consumidor. A conta é simples, segundo o engenheiro, ?basta multiplicar o consumo destas lâmpadas que é de 9kwh, por seis horas ligado na tomada, pelo valor do kWh cobrado por sua concessionária de energia elétrica?, explicou o gerente.

Nascimento orienta que é possível iluminar as casas com as ?luzes do Natal? de forma consciente. ?Em casa, desligue os aparelhos de televisão e outros equipamentos eletroeletrônicos que ficam no stand-by da tomada, desta forma, não estarão consumindo eletricidade e você pode manter as luzes acesas, sem prejuízo para o bolso e para o meio ambiente?.
Agora, não é só com o aumento da conta que o consumidor deve se preocupar. Os cuidados devem começar na compra do produto, escolhendo cordões de luz, mangueiras, pisca-piscas com boa procedência e certificados pelo Inmetro. ?Peça para testar o produto, sempre. Se for reutilizar produto adquirido em anos anteriores, verifique emendas, fios soltos ou desencapados. Faça a troca de lâmpadas com o equipamento desligado?, reforça o gerente.

Na hora da instalação, verifique os pontos internos da casa, a tomada onde o kit natalino ficará instalado deve ficar longe do alcance das crianças. Evite o uso de ?Ts?, pois podem sobrecarregar a instalação e ocorrer curtos-circuitos.
Não instale lâmpadas decorativas próximas a ornamentos delicados, como cortinas, há risco de incêndios. Nas fachadas das casas, não instale os kits decorativos próximo aos postes ou fios da rede elétrica, pois o risco de acidente é ainda maior.
?E sempre que possível, utilize a mão de obra de um profissional qualificado, e a ligação do equipamento na tomada só deve ser feita após a conclusão da montagem?, ressalta Nascimento.

Para minimizar o risco de incêndio, seguem as dicas da Allianz Seguros:

? Evite usar spray de neve em pó ao decorar a árvore de Natal, pois o uso de spray ajuda a propagar o fogo.

? Se usar velas de cera para decorar a casa, certifique-se de que elas estejam em um local bem visível e colocadas longe de outras decorações que possam ser inflamáveis.

? Nunca deixe velas acesas sem supervisão e certifique-se de deixá-las fora do alcance de crianças e animais.

? Se usar luzinhas decorativas, certifique-se de que estejam em bom estado, porque elas podem pegar fogo facilmente.

? Certifique-se de que a árvore esteja bem colocada e que não haja perigo de ela cair ou de alguém tropeçar nela.

? Posicione as árvores de Natal o mais longe possível de aparelhos de aquecimento ou outros aparelhos eletrônicos.

Fonte: Intersept.com.br

Brava Segurança

www.bravaseguranca.com.br

Brava 800x600


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Responsive image
Responsive image