Cantor deu detalhes da logística para gravação do novo álbum na ilha e disse ter ficado muito satisfeito com o resultado 

O cantor ficou muito satisfeito com o resultado do DVD
Reprodução/Instagram

Quando pisou a primeira vez em Fernando de Noronha, Gabriel Diniz não pensou duas vezes em escolher a ilha como cenário da gravação de seu segundo DVD, GD na Ilha.

— Estava no avião, voltando pra casa, pensando e bateu aquele estralo: gravar em Noronha. A ilha é conhecida no mundo inteiro, tem uma praia que ganhou como a mais bonita do mundo, ela chama a atenção e tem uma energia diferenciada. Eu queria fazer algo irreverente e ousado como é meu estilo.

Depois da ideia, o cantor teve de avaliar junto com sua equipe se havia condições de concretizar o sonho.

Justamente por ser uma ilha, foi preciso um grande aparato para ajustar a estrutura necessária. Os equipamentos usados na gravação foram levados de navio. 

Gabriel disse que a repercussão do novo trabalho entre os fãs tem sido muito positiva
Reprodução/Instagram

— Eles quase morreram do coração [risos]. A logística é muito complicada. Se esquecesse qualquer coisa, um cabo que fosse, não tinha como voltar. Foi uma carga intensa de trabalho que valeu a pena.

DVD com cara de clipe

Gabriel também apostou em uma gravação diferente para este novo álbum. O foco do cantor é atingir o público que acaba trocando o DVD pelos vídeos no YouTube. 

— Antigamente, a pessoa colocava na TV e ficava assistindo o cara cantar no palco. Vi que o pessoal que faz churrasco hoje em dia coloca no YouTube e deixa tocando várias faixas de clipes. A gravação do DVD foi feita tipo clipe. Tem uma imagem minha cantando num canto, aí mostra uma paisagem, depois passa outra coisa, volta pra mim… pra ficar diferente. Foi muito bacana essa ideia e o resultado também.

Parceria entre amigos

O cantor escolheu alguns nomes da música brasileira para dividir os vocais.
 
Clipe da música em parceria com Safadão já tem mais de 30 milhões de views
Reprodução/Instagram
— O Wesley Safadão e o Léo Santana já tinham cantado comigo no outro DVD e vieram participar de novo. Maiara & Maraisa também são minhas amigas e pensei que elas poderiam abrilhantar pra caramba o DVD cantando junto comigo. Luiza & Maurilio são amigos de Goiânia que o Brasil inteiro vai ter a oportunidade de ouvir. Foi tudo entre amigos e o Ancelmo [Troncoso, diretor] conseguiu captar essa energia muito bem.
 

Vale reforçar que antes mesmo do lançamento, Acabou Acabou, parceria de Gabriel com Safadão, tem mais de 30 milhões de visualizações no YouTube. O cantor comemora o sucesso.

— Estou muito feliz, Acabou Acabou é uma realidade no Brasil, a galera canta em todo show, independentemente do local do Brasil. Isso é maravilhoso, é uma música de superação, pra cima, que muita gente se identifica, tá todo mundo cantando.

Repertório

Durante um ano, Gabriel e sua equipe trabalharam no projeto para escolher as 18 músicas inéditas que o compõem. O cantor explica que a seleção é criteriosa e é feita com base em notas atribuídas para cada canção.

Depois da gravação, Gabriel contou que caiu na piscina e relaxou
Reprodução/Instagram

— Eu e o produtor musical escutamos tudo que tínhamos pra tentar misturar um pouco de tudo: música pra cima, romântica, forró… depois, a gente monta um tabela e vai avaliando uma por uma. Aí, por exemplo, tem uma música romântica boa, nota 8,5, a gente inclui ela. Mas depois aparece uma nota 10, a gente substitui e assim vai.

Uma das faixas do novo DVD de Gabriel, De Frente Pro Mar De Costas Pro Mundo, é de sua autoria. Ele conta que quando escreveu a canção pensou nas belezas de Fernando de Noronha.

— A música tem aquela vibe de “sorria, você está na ilha” [risos] e já mostra de cara pra galera ver como vai ser o DVD.  Ela tem uma pegada com o eletrônico, é bem pra cima e pra mostrar que esse DVD tem que respeitar.

Fonte: R7, por Camila Juliotti


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Nada foi encontrado

Responsive image