guarda cidada

O Teatro de Bonecos da Guarda Cidadã encerrou nessa quarta-feira (26 de novembro), o calendário de apresentações nas escolas municipais. Desta vez, cerca de 180 alunos da EMEF Tenisson Ribeiro assistiram à história do garotinho Jaiminho e sua amiga Alice que foram influenciados na escola a entrar no mundo das drogas. Porém, com a intervenção do guarda Josué o indivíduo de má índole, Carlão, acabou sendo detido, encerrando, de uma vez por todas, as investidas do malandro.

O estudante do 4º ano, Yuri Santos, assistiu a peça atento e fez questão de contar o que aprendeu com a história. “Gostei bastante do teatro, aprendi que não podemos falar e aceitar coisas de estranhos. Não podemos bater, nem brigar com os colegas. O certo é estudar e ficar bem distante das drogas”, disse.

A diretora Iadry Gama aprovou o trabalho da Guarda Municipal de Aracaju (GMA) e avaliou como bastante proveitosa, ressaltando a importância de falar sobre as drogas ainda na infância. “Solicitamos o teatro da Guarda Cidadã pelos altos índices de uso de drogas na região, inclusive com casos de alunos nesta escola. É importante que falemos sobe o tema para que eles já cresçam entendendo o que são as drogas e os malefícios que elas trazem, para não aumentar este índice”. Ela conta que a escola conta com projetos que visam trabalhar este tema.

O GM Paulo Augusto, um dos membros do Guarda Cidadã, disse que a intervenção atendeu a expectativa de estar junto com a comunidade escolar, transmitindo aos estudantes uma mensagem de forma lúdica para prevenção do uso de drogas. “Além disso, esse trabalho envolve também uma questão institucional, pois é uma forma de aproximar a GMA da comunidade. Infelizmente alguns associam a imagem do agente de segurança à truculência e intervenções como essas acabam desmitificando essa ideia”, completou.

Fonte: SECOM Aracaju


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Responsive image
Responsive image