Maurilio-Imperio-2 03

O misterioso pai de Maurílio (Carmo Dalla Vecchia) vai vetar a morte de Cristina (Leandra Leal) nos próximos capítulos de ‘Império’. O biólogo insistirá para acabar com a filha de José Alfredo (Alexandre Nero), mas não terá o aval.

A confusão começará quando o rapaz se oferecer para pagar os salários atrasados da Império. A presidente da empresa ficará intrigada e perguntará a origem do dinheiro. Maurílio responderá que não precisa dar satisfações e exigirá tratar do assunto com Maria Marta (Lilia Cabral). A milionária surpreenderá e apoiará Cristina.

Encurralado, Maurílio explicará que sempre foi rico, mas nunca gostou de ostentar. Ele revelará que herdou uma fortuna da família e Marta questionará o motivo de o noivo ter dito que o pai, Sebastião Ferreira, não lhe deixou nada.

“Porque da minha vida cuido eu. Não quero ninguém se metendo, ainda mais gente como essa pivete aí, metida a administradora da empresa”, retrucará ele. Cristina se irritará e reforçará que, como comandante da empresa, precisa saber tudo sobre o dinheiro. Maurílio ficará furioso e deixará a sala. A jovem sairá logo depois e esbarrará com o rival no corredor. O rapaz fará uma ameaça:

“É assim que você trata os seus companheiros de trabalho? Dessa maneira hostil como foi agora há pouco na sala de reuniões. Quem você pensa que é para achar que eu vou aturar isso por muito tempo? Depois que eu me casar com a Marta e assumir o comando dessa empresa, as coisas vão mudar aqui dentro. E muito”. Cristina não se intimidará e prometerá mostrar seus trunfos no momento certo. Quando ela sair, Maurílio dirá a si mesmo: “Isso se você não morrer antes, moleca!”.

Em seguida, ele invadirá o gabinete do comendador e entrará em contato com o pai para avisar que quer dar um fim na “bastardinha”. O homem misterioso pedirá paciência e Maurílio continuará: “Mas essa tal de Cristina está me tirando do sério. Virou uma pedra dentro do meu sapato! E já está levantando suspeitas sobre a origem do dinheiro que nós sabemos, não é a que eu informei para a Marta. Se você me der autorização para agir, dou um jeito nessa Cristina em três tempos”.

Depois de uma pausa ouvindo o pai, ele dirá: “Tá bom, tá bom. Faço como você prefere, nada de violência por enquanto. Vou continuar dando corda para essa Cristina. E esperar mais um pouco até você decidir quando devo acabar com ela de uma vez por todas. Sua benção, meu pai”, diz.

Fonte: ibahia.com


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Responsive image
Responsive image