Com 26,6 milhões de inscritos e 13 bilhões de visualizações, jovem de 29 anos duela pela liderança no Brasil com o humorista Whindersson Nunes

O canal Kondzilla é um dos maiores do Brasil no YouTube. Com 26,6 milhões de inscritos, duela pela liderança do ranking com o humorista Whindersson Nunes, que tem 26,8 milhões de seguidores. No post acima, Konrad elogia o colega de pódio que chegou a ficar em segundo lugar por algumas horas nesta segunda-feira (5)

Com clipes de funk, o diretor e produtor Kondzilla é líder em número de visualizações de vídeo, com mais de 13 bilhões de cliques. No ranking mundial, ele já está na 14ª posição. É o nono maior canal de música do mundo

Kondzilla é o nome artístico de Konrad Dantas, uma variação de seu nome com Godzilla, personagem japonês de quem é fã. Ele já produziu vídeos para artistas como Mano Brown, MC Guimê, Ludmilla e Kevinho

Konrad não é apenas um youtuber, ele produz conteúdo audiovisual para os artistas, ou seja, dirige, fornece equipamento e edição dos clipes

Ele nasceu em uma comunidade carente no Guarujá, litoral sul de São Paulo. Aos 18 anos perdeu a mãe, que era funcionária pública e havia deixado um seguro de vida para ele. Com o dinheiro, foi para a capital paulista estudar publicidade e fazer pós-produção

Seu sonho era ser publicitário, mas quando começou a trabalhar em uma agência, viu que as coisas não eram bem como queria

O jovem tem 29 anos, mas um currículo que só aumenta. Sob o guarda-chuva de Kondzilla tem produtora, gravadora e e-commerce de roupas, além de ser empresário de alguns artistas, e diretor na produtora Conspiração Filmes – onde já fez filmes publicitários para marcas como Nestlé e Skol. E não para por aí. Ele está na lista da revista Forbes como um dos jovens mais influentes do País com menos de 30 anos

Já circulou até no mundo da moda a convite do estilista Alexandre Herchcovitch. Na São Paulo Fashion Week de 2017, o funk invadiu o Teatro Municipal e se misturou à ópera 

Para produzir um clipe, Kondzilla cobra a partir de R$ 20 mil, e vai de acordo com o orçamento do artista. Mansões, carros esportivos, correntes de ouro ou qualquer outra ostentação deixam o vídeo mais caro

No momento, Kondzilla trabalha em um novo projeto. Ele está desenvolvendo uma série de ficção

Fonte: R7, por Marília Aguena


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Responsive image
Responsive image