Olá gente, venho recebendo perguntas sobre modulação hormonal, ao meu ver parece que virou ?modinha? nome novo para uma prática bem antiga, essa semana vou compartilhar com vocês um excelente post feito pelo professor e nutricionista Bruno Fischer, quem desejar conhecer mais sobre o trabalho feito por ele é só acessar o Instagram @fischerbruno. Segue abaixo o texto:

VAMOS ESCLARECER

trt-reposicao-hormonal-doping

Ciclo de Bombas ou modulação hormonal são a mesma coisa, trarão os mesmos efeitos e os mesmos riscos! Só que alguns médicos resolveram ?legalizar” a bomba e deram um nome mais ?cool”, batizaram de Modulação Hormonal.

É preciso ficar claro que o indivíduo com carência hormonal, em função do envelhecimento ou alguma patologia, não deve fazer modulação e sim reposição. Pessoas com déficit na produção de testosterona por exemplo, podem ter indicação de repor tal hormônio de forma sintética. Isso é reposição!

Terapia-de-reposição-hormonal-masculinoUsar testosterona quando não há deficiência, com finalidade e promessa de melhor qualidade de vida, envelhecimento saudável, maior vigor, mais músculos, menos gordura etc, não é reposição, e sim ?modulação hormonal? ou o velho e bom ciclo de bombas! Antigamente era indicado por marombeiros e vendido por traficantes (também já foi facilmente comprado em farmácias). Atualmente é prescrito por médico que cobra uma fortuna por isso, e comprado com receita médica em qualquer farmácia ( ou manipulado em farmácias indicadas por eles próprios).

Pra mim não existe muita diferença no marombeiro que indica a bomba ou no médico que prescreve modulação hormonal com finalidade estética. Ambos estão arriscando a vida das pessoas, ambos o fazem sem respaldo científico e ambos estão fazendo algo condenável. O marombeiro exercício ilegal da profissão e o médico utilizando condutas vedadas pelo seu conselho.

A resolução do CFM nº 1.999/2012 cita: ?a reposição de deficiências de hormônios e de outros elementos essenciais se fará somente em caso de deficiência específica comprovada, de acordo com a existência de nexo causal entre a deficiência e o quadro clínico, ou de deficiências diagnosticadas cuja reposição mostra evidências de benefícios cientificamente comprovados?.

O parecer do CFM nº 19/13 também conclui ?não haver evidências científicas para o seu uso, não sendo eticamente aceita a sua prescrição e administração, com os consequentes efeitos colaterais.?

andropausamenopausa-masculina-18-638

Galera vamos ficar de olho, procurem mantrer-se sempre informados!

Gostara?! Espero que sim, continuem mandando suas dúvidas, na próxima semana trarei mais dicas quentinhas pra vocês… Até lá…

Flávia Teles
Educadora Física & Personal Trainer
Tel.: +55 79 9976-0460 | E-mail: flavinha_teles22@hotmail.com


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Responsive image
Responsive image