confissoes de adolescente 1

Confissões de Adolescente já foi tudo, diário, livro, peça, seriado e filme. Se tivesse uma versão em HQ eu bem comprava fica a dica Mauricio de Souza

Quando a série foi lançada, em 1994, eu era muito criança, mas como ela foi reprisada diversas vezes em pelo menos uns 3 canais diferentes, eu acabei assistindo eu uma idade mais útil. Sou completamente apaixonada, por tudo, e até tinha o lance da Carol, a irmã mais nova, ter uma idade próxima, um estilo parecido, e o mesmo apelido que eu…

A história é baseada nos diários da Maria Mariana, que faz a irmã mais velha e acompanha a vida de Diana (Maria Mariana), Bárbara (Georgiana Góes), Natália ( Daniele Valente) e Carol (Deborah Secco/Camila Capucci), além do Paulo (Luis Gustavo), pai das 4. Todas são filhas dele, mas a Diana e Bárbara são de uma mãe, que largou a família, a Natália e a Carol são de outra, que acabou morrendo quando as duas eram pequenas. Com idades entre 19 e 13 anos elas passam por perrengues ?normais? e conquistas pessoais, que vão do primeiro beijo até a suspeita de gravidez, passando por amizades falsas, política, menstruação e qual faculdade seguir.

Além de uma trilha sonora MARAVILHOSA! Se você acha que todo da Globo começou em Malhação, é porque você nunca viu o elenco de Confissões, sério, até hoje eu me assusto quando vou ver algum episódio de novo, Dudu Azevedo novinho com cabelo grande e liso, Victor Hugo super fofo fazendo o rebelde sensível.

{youtube}tP85NOzFe80{/youtube}

Eu acho que apesar de ter passado entre 1994-1996 o Confissões ainda é bastante útil e até atual, tem gente que reclama comigo por causa disso, mas, apesar dessa geração querer pagar de moderninha, as crises/complexos/conflitos/sonhos/medos/dúvidas etc, são basicamente os mesmo… Se apaixonar ainda é a mesma coisa, o primeiro amor ainda te faz sentir a mesma coisa, mesma pressão com relação ao futuro, mesmas dúvidas sobre a faculdade, as mesmas neuras sobre o primeiro beijo (ou pelo menos deveria ser), o mesmo medo na hora de perder a virgindade (ou pelo menos deveria ser ²). Enfim, eu acredito que alguns episódios de Confissões podem ajudar uma galera por aí, da mesma forma que me ajudou a resolver umas coisas, ou me fizeram ver que eu não era tão estranha e nem a única pessoa que pensava de certa forma.

~ah, vou ver o filme, pq deve ser a mesma coisa~

Não faça isso… O filme é bom e tal, mas não é a mesma coisa, o seriado foi incrivelmente melhor, então você pode até ver o filme, mas faz o esforço e procura pelo seriado também, se quiser pode até caçar os livros 😉

É isso, beijinhos!

Carol Santos.

entre telas capa


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Responsive image
Responsive image