overtraining1

Fazer exercícios para manter a saúde e se sentir bem consigo mesmo, é comum. Mas, como acontece na vida, tudo que é feito demais pode causar danos.A síndrome de overtraining pode não ser muito conhecida, mas trata-se de um problema em que o atleta execedeseus próprios limites fazendo exercícios físicos. Ao tentar melhorar o desempenho em treinamentos e provas, os corredoresexageram no volume da atividade física sem ter o descanso adequado e escolhem uma dieta incorreta. As consequências,no entanto, vão da ordem muscular, passando por problemas nas articulações, e resultam em malefícios no sistema imunológicoe no aspecto psicológico do indivíduo.

É preciso afirmar que, há diferenças entre treinar forte e overtraining, como explica o preparador físico Manuel Lago: no treino forte vocêé capaz de sair, treinar e voltar, enquanto no overtraining, você não é capaz de sair para treinar forte, o corpo “reclama” do aquecimento ao final da atividade,na maioria das vezes, o atleta nem consegue começar a parte principal do treino.

overtraining3

Para evitar isso, saiba que sintomas precedem o overtraining:

– Diminuição da performance desportiva. Se você notar que está diminuindo suas cargas e repetições na academia, então provavelmente isso é falta de descanso.

– Mais esforço para realizar exercícios que você sempre fez de forma mais fácil. Por exemplo, se você sempre correu na esteira a 120 bpm (batidas por minuto) e ultimamente está marcando 150 bpm, provavelmente você está em overtraining.

– Sentir cansaço frequentemente ao longo do dia. Isso pode ser um alerta do seu corpo lhe dizendo que está na altura de descansar um pouco mais.

– Sentir dores musculares contínuas. É bom sentir a dor muscular tardia, é sinal que você desafiou seu corpo no último treino. Essa dor é normal prevalecer até 2/3 dias depois do treino. No entanto, se as dores musculares demoram para desaparecer e você está sempre indo novamente treinar ainda com dores, pode ser sinal de que entrou em overtraining.

– Diminuição da concentração. Quando uma pessoa está em overtraining, não é só o lado físico que é afetado, mas também o mental.

– Perda de peso. Se você não estiver treinando para perder peso e mesmo assim estiver perdendo peso (proveniente de massa magra, não de gordura), provavelmente está treinando muito e se alimentando e descansando mal. Você está em overtraining.

overtraning4

De acordo com o fisiologista Turibio Barros, o tratamento do overtraining é obrigatoriamente a redução drástica do treinoou em casos mais graves a interrupção da atividade física e das competições. Quando o atleta busca bons resultados e melhorqualidade de vida, ele deve ter acompanhamento de um médico, profissional de educação física, nutricionista e também um fisioterapeuta.

Sendo diagnosticado em tempo, sem que haja complicações mais sérias, principalmente as provocadas pelos distúrbios hormonais,o quadro felizmente é reversível.

Acima de tudo, esteja atento aos sinais de seu corpo. Respeite ele e respeite seus limites.

Fonte: Globo Esporte / Nutrição Pekool

Beijos e até a próxima semana!!!

Flávia Teles
Educadora Física & Personal Trainer
Tel.: +55 79 9976-0460 | E-mail: flavinha_teles22@hotmail.com


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Responsive image
Responsive image