jornal nacional

A apresentadora Patricia Poeta deve passar uma temporada na “geladeira” da Globo depois de deixar o Jornal Nacional. Segundo o Notícias da TV, do UOL, o programa de entretenimento de Poeta, se de fato for acontecer só estreará na metade do segundo semestre do ano que vem. Quase 20 dias depois da saída dela do JN, não houve nenhuma movimentação em relação à criação do programa, ao contrário do que ocorreu com Fátima Bernardes em 2011.

Segundo a coluna, não há nada previsto para Patricia na nova programação da TV Globo, que estreia em abril. A demora se deve ao que foi considerado ingratidão da parte da apresentadora, que pediu para deixar o JN afirmando que o telejornal limitava seu crescimento, o que não foi bem visto na alta cúpula.

A coluna diz ainda que Patrícia pediu para deixar o jornal pouco antes da Copa do Mundo, cansada de uma relação de atritos com William Bonner, editor do telejornal. A cúpula da TV pediu para que ela repensasse a decisão, mas um comentário de Bonner durante a Copa teria iniciado uma nova crise entre os dois.

A saída de Patrícia foi selada depois de um desempenho considerado fraco na condução das entrevistas dos presidenciáveis. Ela foi substituída por Renata Vasconcellos, que estava no “Fantástico”.

A Globo nega que Patricia vai ficar na “geladeira” e reafirma que a saída da jornalista da bancada do JN estava prevista desde que ela assumiu o papel, em dezembro de 2011.

Fonte: ibahia.com


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Responsive image
Responsive image