feirantes

Foi com muita alegria e emoção, que 490 feirantes e ambulantes receberam na tarde desta segunda-feira (24 de novembro), no CIC (Centro de Interesse Comunitário) os seus certificados do Curso de Manipulação de Alimentos e Boas Práticas de Higiene, do Programa de Alimentos Seguros (PAS). A realização desta qualificação foi uma iniciativa da Prefeitura de Aracaju, através da Fundat (Fundação Municipal de Formação para o Trabalho), em parceria com a Emsurb (Empresa Municipal de Serviços Urbanos), Vigilância Sanitária e Sebrae. A solenidade foi prestigiada pelo vice-prefeito de Aracaju, José Carlos Machado, que representou o prefeito João Alves Filho, e se sentiu honrado ao fazer a entrega dos certificados.

Com a entrega destes certificados estão sendo encerradas 38 turmas, onde seis continuam em andamento e até o final serão totalizados 600 ambulantes e feirantes que passaram pela qualificação. Esta ação beneficia o profissional, mas também beneficia a população, que terá qualidade nos alimentos comercializados nas ruas e nos eventos públicos.

Bastante satisfeito com o trabalho realizado pela Fundat, o vice-prefeito de Aracaju, José Carlos Machado, diz que a Fundação vem surpreendendo positivamente. “Isso qualifica o vendedor de alimentos aqui de Aracaju. Eu recebi a incumbência do Prefeito João Alves de representá-lo e faço isso com grande satisfação e aproveito para parabenizar a Gláucia Guerra, que tem feito, à frente da Fundat, um trabalho muito importante para Aracaju e de extrema importância para o Estado de Sergipe,” afirma.

Segundo a presidente da FUNDAT, Gláucia Guerra, esse dia é a materialização do desejo do Prefeito João Alves Filho de oferecer garantia a toda comunidade aracajuana, que visita as feiras livres ou que vai num evento público e consome comida na rua, de que todos os alimentos comercializados estão dentro das normas da vigilância sanitária. “Foi dentro dessa premissa de garantir a segurança alimentar, que o Prefeito buscou essa parceria através da Fundat com o Sebrae, que já tem experiência no atendimento de micro e pequenas empresas, feirantes e ambulantes, onde muitos deles são micro empreendedores individuais. O Sebrae, por sua vez, convidou o SENAC, que também tem vasta experiência na capacitação profissional, para ministrar o curso na sua parte prática. Hoje presenciamos a consolidação desse trabalho, onde estamos entregando certificados de 490 ambulantes e feirantes, com a culminância de uma parceria, que mais uma vez termina com muito sucesso,” afirma.

A analista técnica do Sebrae, Angela Goes, diz que esse é um trabalho muito gratificante, até porque esse é o público do Sebrae, onde estão feirantes e ambulantes. Essa é uma parceria que estão dando continuidade, onde, também, no ano passado trabalhamos nesse sentido. O propósito do Sebrae e de orientar na capacitação dos feirantes. “A iniciativa da Prefeitura em oferecer esse curso é muitos importante, pois muitos deles não tem a mínima noção e nós sabemos que a qualificação é algo muito bom para estes profissionais, que vão poder competir de igual para igual, reforça.

Bastante empolgada com o aprendizado, a feirantes Sirlene Rabelo Araújo, percebe que o curso é o seu crescimento profissional, além de se atualizar e se informar com assuntos da sua área de atuação. “Vejo muita diferença em uma pessoa que passa pelo curso e outra que não passa, porque até no momento em que chegamos num ambiente podemos notar esse cuidado. Muitas vendedores, que trabalham com caldo de cana, como eu, percebem que algumas pessoas não consomem por ver a falta de higiene e depois de termos esses cuidados somos vistos de outra forma. Além de aprendermos a manipulação, também aprendemos a atender os nossos clientes e isso faz toda a diferença” declara.

Fonte: SECOM Aracaju


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Nada foi encontrado

Responsive image