smtt

Na manhã desta segunda-feira, 14, no auditório da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Aracaju (SMTT), teve início a oficina de Integração de Dados promovida pelo Projeto Vida no Trânsito. O curso tem duração de dois dias e conta com a participação de órgãos da saúde, trânsito e educação e visa a qualificação, o processamento e a análise das informações de acidentes para planejamento de ações de segurança viária na cidade.

O trabalho de Estratégia de Proatividade e Parceria (EPP), é baseado na reunião e utilização de diversos dados e só é possível graças ao esforço conjunto de diversos órgãos. Por isso, além da SMTT, a Secretária de Estado da Saúde, Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Detran e Samu também estiveram presentes.

A coordenadora do Projeto Vida no Trânsito da Secretaria Municipal da Saúde, Lijane Silva, destacou a forma de construção integrada deste banco de dados. “Estas estatísticas reúnem apenas os acidentes graves e fatais. Com isto, será possível identificar os fatores de risco e assim realizar ações pontuais para reverter tais números”, declarou Lijane.

A atividade foi conduzida pelo consultor do Ministério da Saúde (MS), Lisandro Abulatif, que frisou a necessidade da qualificação das informações e integração das estatísticas existentes no município. “Este curso vai capacitar a equipe local a qualificar as informações para utilizá-las no planejamento, avaliação e monitoramento das ações para a segurança viária”, afirmou o consultor.

A coordenadora da Educação para o Trânsito da SMTT, Selma Dantas, falou sobre a importância da integração entre os órgãos de saúde, segurança e trânsito proposto pelo projeto. “A SMTT participa deste processo fornecendo dados e realizando ações educativas visando sempre promover maior segurança no trânsito e a redução de vítimas graves e fatais”, comentou a coordenadora.

 

Fonte: SMTT

Responsive image

Responsive image

Responsive image

Nada foi encontrado

Responsive image