O projeto Quinta Instrumental, promovido pela Prefeitura de Aracaju através da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), chega na terceira edição nesta quinta-feira, 26, e tem como atração o artista Marcus Vinícius com o show ‘The Vinnas Experience’. O projeto acontece sempre às quintas-feiras, às 20h, no Centro Cultural de Aracaju, localizado no Centro da capital, com entrada franca.

Projetos culturais, como o Quinta Instrumental, são iniciativas importantes dentro de uma gestão que visa fomentar a musicalidade instrumental e a cultura local, afirma o presidente interino da Funcaju, Nino Karvan. Segundo ele, além de movimentar o centro da capital com atividades para toda a família, abre espaço para novos talentos. “Caminhamos para a terceira edição da segunda temporada do projeto e é gratificante para a gestão pública ter um projeto como este, que coloca em evidência a música instrumental. Além de ser mais uma opção de lazer com qualidade para toda a população”, ressalta.

Para o guitarrista e compositor Marcus Vinícius, o projeto é uma vitrine, impulsiona carreiras.  “Eu me sinto feliz e honrado participar de um projeto tão grandioso e eclético como o Quinta Instrumental. Pois, ele contempla diversos estilos e várias vertentes da música instrumental em Sergipe. Ele faz um eco interessante a toda essa produção musical que a gente vem presenciando no estado nos últimos anos”.

Influenciado pelas bandas de heavy metal da década de 80, Marcus Vinicius explica que levará ao público do projeto seu repertório, recheado de rock instrumental. “Vamos resgatar algumas músicas que fizeram parte de minha formação enquanto instrumentista e vamos tocar uma mistura das músicas clássicas do rock e de minha autoria. Lembrando que o rock sempre fez referência ao instrumental, dedicando alguma faixa do álbum a músicas instrumentais. Iremos surpreender fazendo um show inesquecível”, afirma.

Quinta Instrumental

Desenvolvido através do planejamento estratégico realizado pela Funcaju, o Quinta Instrumental nasceu com o propósito de ocupar o Centro Histórico da capital sergipana com as diversas linguagens das artes.

O projeto tornou-se, num curto espaço de tempo, num atrativo na agenda cultural, oferecendo aos aracajuanos e turistas uma música de qualidade e totalmente gratuita. O evento sempre acontece nas quintas-feiras, exceto nos feriados, no Centro Cultural de Aracaju (antiga Alfândega), localizado na praça General Valadão.

Marcus Vinícius

O guitarrista autodidata Marcus Vinicius foi inicialmente influenciado por A Cor do Som e pelas bandas de heavy metal dos anos 1980, ampliando seu panorama sonoro nos anos 90 após conhecer o som de Steve Vai, Steve Morse, Joe Satriani e outros nomes do rock instrumental. Influências mais recentes incluem Djavan, Gilberto Gil, Pat Metheny e Nick Drake. Participou de bandas e fez trabalhos free-lancer com artistas de vários estilos, como as bandas Hemisférios, Maria Scombona, Água Viva e Sulanca. Gravou em estúdio com Rubens Lisboa, Mingo Santana, Nino Karvan, Nery, Minho-San-Liver, entre outros. Em 1998, 1999 e 2007 recebeu o troféu Antônio Teles na categoria “melhor instrumentista: guitarra e violão”, do projeto Prata da Casa e participou da banda-base de várias edições do Festival Sescanção, entre 2001 e 2006. Como compositor, participou do Sescanção com músicas instrumentais de sua autoria nas edições 2013 e 2015. Em 2018, escreveu e produziu a trilha sonora do curta-metragem ficcional Olhos de Fogo, de Jade Moraes, baseado na obra de Antonio Carlos Viana.

Fonte: Assessoria de Imprensa


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Nada foi encontrado

Responsive image