A banda formada por Aline Wirley, Karin Hils, Fantine Thó, Li Martins e Lu Andrade, acaba de soltar o vídeo da música Bailando

Rouge: banda retorna após 12 anos sem música inédita
Vagalume – Música

O sucesso do retorno da Rouge após 12 anos sem lançar nenhuma música inédita mostra que já estamos vivendo, nesse exato momento, o início do revival do início dos anos 2000.

A banda formada por Aline Wirley, Karin Hils, Fantine Thó, Li Martins e Lu Andrade, acaba de soltar o vídeo da música Bailando, que entrou no primeiro lugar de vídeos em ascensão no YouTube.

E no campo de comentários, a nostalgia dá o tom dos atuais fãs da girlband formada em 2002 pelo produtor Rick Bonadio. 

Hoje com cerca de 30 anos, os fãs do quinteto entraram naquela fase do afeto geracional, onde a indústria acaba por resgatar o que foi sucesso na adolescência de uma geração de jovens adultos que estão começando a constituir família e casar (ou até mesmo estão solteiros e só querem se divertir com algo do passado mesmo).

Foi assim com os anos 80. O resgate trouxe à tona novamente o sucesso dos programas de TV da época, cantores que já estavam esquecidos (como Ovelha e Sylvinho Blau Blau), moda, festas temáticas e toda uma estética que pôde ser ouvida e vista em novos produtos no cinema, na música mundial e em séries (um dos últimos suspiros desse conceito é Stranger Things).

Agora aquele período entre o fim dos 90 e início dos 2000 tende a virar a nova fase do resgate (que, de certa maneira, pula a parte do grunge e deságua direto no período do fenômeno das boybands, ídolos pop e patricinhas que você não sabe muito bem a função, como Paris Hilton).

E isso não é de hoje. No Festival Coachella, uma meca de lançamento de tendências, ja faz uns três anos que os visitantes resgatam o estilo de artistas como Britney, Christina Aguilera e Spice girls para frequentar os shows de música no meio do deserto e o visual boho chic (basicamente o estilo hippie, só que mais gourmetizado).
 
Lançada em 1996, Spice Girls devem retornar este ano
Vagalume – Música
 
E na música vemos alguns movimentos de retorno, como a recém anunciada reunião das Spice Girls e o pagode 90.

A série Gilmore Girls também pode ganhar novos episódios, provando que trabalhar com nostalgia funciona, independente da década que se aborda.

No cultura pop, os resgates de nostalgia chegam com uma certa previsibilidade, operando sempre em ciclos de 20 anos: os anos 50 ressurgiram nos anos 70 através de Grease. Os anos 60 foram escavados pelos sucessos dos anos 80, como Anos Incríveis e Rambo. Nos 90, os 70 voltaram com Black Crowes, Blind Mellon e o filme Pulp Fiction. E assim sucessivamente.

O retorno do Rouge e das Spice Girls chegam para provar que o ciclo de resgate a cada 20 anos, mais ou menos, funciona bem em todas as épocas e não parece que vai falhar agora.

Fonte: R7, por HELDER MALDONADO


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Nada foi encontrado

Responsive image