Reprodução/Twitter Show de Caetano Veloso teve tom político e críticas ao Projeto de Lei 6299/02

O Projeto de Lei 6299/02, popularmente chamado de‘Pacote do Veneno’, e que muda o atual controle sobre o uso de agrotóxicos no Brasil, foi tema de parte do show de Caetano Veloso na Virada Cultural de São Paulo, neste sábado (19).

O politizado ídolo da MPB endossou protesto idealizado pelos movimentos #342Amazônia e GreenPeace, utilizando, inclusive, camiseta com as hashtags #CHEGADEAGROTOXICO e #RESISTA.

Antes de dar início ao seu show, uma pequena confusão tomou conta do público, que ficou se empurrando em frente ao trio elétrico.

Os principais sucessos do cantor foram entoados pelos fãs, que fizeram coro para SampaLeãozinho e Você não entende Nada.

Caetano fez dueto com Zé Ed, vocalista da banda Tarado Ni Você, que também adotou tom político no show, criticando a truculência policial na última edição da Virada e se solidarizando com as vítimas da tragédia do edifício Wilton Paes de Almeida, que desabou no Largo do Paissandu.

Fonte: HuffPost Brasil


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Nada foi encontrado

Responsive image