Um agricultor de 74 anos que tinha um “chifre” de 10 centímetros de comprimento precisou de cirurgia para remover a anomalia.

O “chifre” começou a crescer cinco anos atrás, após Shyam Lal Yadav bater com cabeça. Segundo reportagem do “Metro”, o “galo” produzido pela pancada na cabeça do indiano não parou de crescer. Formado de queratina (proteína encontrada também em unhas e cabelo), o “chifre” foi retirado em hospital de Sagar (Índia).

“Inicialmente, o paciente ignorou o calo sebáceo, já que não o incomodava”, comentou o cirurgião Vishal Gajbhiye. “Mas quando o calo se enrijeceu e não parou de crescer, ele veio nos procurar. Esse tipo é raro e é conhecido como chifre do diabo”, acrescentou.