Logo após estrear seu bloco no Rio de Janeiro, Ludmilla terá outra primeira vez na sua carreira! Na segunda-feira (19), a cantora viajou para a Europa para iniciar sua turnê internacional. Em seu Instagram, a funkeira comemorou a nova empreitada: “A ficha ainda tá caindo de que hoje começa uma etapa da minha vida que parece até sonho: a minha primeira turnê na Europa! Vão ser três semanas de viagem passando pela Suíça, Itália, Irlanda, Portugal e França. Seis shows do outro lado do oceano, cantando pra uma galera que eu nunca imaginei que um dia me veria no palco! Sério, só consigo agradecer, foi o apoio de vocês que me trouxe aqui. Juro que vou mostrar tudo dessa viagem”.

A funkeira é conhecida por sempre mudar de visual. E, recentemente, a cantora decidiu assumir os fios naturais e começou a transição capilar: “Alisava meu cabelo desde os 7 anos. Quando eu era pequena, estudava em escola particular e todo mundo tinha cabelo liso. O meu era o único cabelo diferente, crespo. E eu, que queria ter o cabelo igual ao delas, ficava passando formol na cabeça. Hoje minha ideia é poder ser livre, usar meu cabelo do jeito que eu quiser”.

Em janeiro, em conversa com Giovanna Ewbank no Youtube, Ludmilla revelou que levou uma mala de dinheiro para a escola para provar aos colegas de turma que era famosa: “No Rio de Janeiro só comecei a fazer muito show depois que apareci no Esquenta. Então, eu ia para São Paulo e quando eu ia para o Rio as pessoas não acreditavam muito no que eu estava falando. Fiquei quase um mês morando em São Paulo e voltei com muito dinheiro, com uma bolsa de dinheiro. Todo mundo falando, ‘Ludmilla, você está faltando muita à aula. E eu: ‘Gente, eu virei cantora. Virei MC. Estava em São Paulo fazendo show’. E eles: ‘Para de ser mentirosa, garota’. No outro dia, cheguei na escola e abri minha mochila e falei: ‘Aqui, olha! Estou falando que é verdade! Eu levei para a escola o dinheiro. Eles falaram: ‘Ludmilla, é muito dinheiro’. Eu eu falei: ‘Estou falando! Sou MC e estou muito famosa em São Paulo’. Depois disso, não consegui ir mais para a escola”.

Fonte: Purepeople, por Tatiana Mariano


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Nada foi encontrado

Responsive image