O projeto Quinta Instrumental é promovido pela Prefeitura de Aracaju através da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju) e traz como característica a ampla diversidade de estilos musicais e, na noite desta quinta-feira, 26, o músico Marcus Vinícius trouxe o rock instrumental em um show intitulado ‘The Vinnas Experience’, no teatro João Costa, no Centro Cultural de Aracaju.

De acordo com o presidente interino da Funcaju, Nino Karvan, o palco do projeto Quinta Instrumental é livre e reúne diversos gêneros musicais. “Chegamos à terceira edição do projeto da temporada 2018 com uma programação diversificada contemplando vários estilos musicais. Além de estimular a cena instrumental aracajuana. O evento faz parte do projeto desta gestão de criar opções de lazer no centro da capital sergipana. Afinal, é uma alternativa de entretenimento de qualidade para toda a família que pode ser uma opção para os turistas e visitantes  e de forma gratuita”, ressalta.

Para o instrumentista Marcus Vinícius, o projeto Quinta Instrumental é uma oportunidade única. “Me sinto feliz e honrado por participar de um projeto tão grandioso e eclético e que contempla diversos estilos das mais variadas vertentes da música instrumental. Além disso, traz um retorno importante para o nosso trabalho, afinal, é o único projeto no estado que valoriza o instrumentista. Espero que dure por vários anos. Precisamos deste espaço para mostrar nossa arte”, explica o instrumentista.

Segundo a publicitária Laísa Sobral, o projeto deve ser permanente. “Foi simplesmente fantástico. Estou participando pela vez, mas estarei aqui todas as quintas. Este projeto está de parabéns, porque ele permite que o músico mostre seu trabalho e ao mesmo tempo, o visitante possa prestigiar o evento e conhecer o Centro Cultural de Aracaju e, lógico, convidar os amigos para frequentar também. Aracaju estava precisando de um projeto assim. Espero que seja constante. A cultura sergipana agradece”, destaca.

Com a formação clássica do rock, Marcus Vinícius levou ao palco do Teatro João Costa duas guitarras, baixo e bateria e um repertório que conta com músicas autorais. Além de reunir músicas das bandas Metallica e Iron Maiden. “Resgatamos algumas músicas que fizeram parte de minha formação enquanto instrumentista e escolhemos misturar as músicas clássicas do rock e algumas de minha autoria. Nosso objetivo foi alcançado que era fazer um show inesquecível”, afirma.

Ao final da apresentação, o publicitário Alex Souza também elogiou a iniciativa; “Sensacional este projeto. O Quinta Instrumental resgata a cultura instrumentistas de anos atrás e permite que a geração mais recente conheça a música instrumental através de diversos estilos musicais. A Funcaju está disseminando a cultura de forma leve e objetiva e levando a uma população música com qualidade de forma gratuita”, diz.

Quinta Instrumental

O projeto Quinta Instrumental possui entrada gratuita e acontece todas as quintas no Centro Cultural de Aracaju, na praça General Valadão, no Marco Zero da capital. Já passaram pelo palco do quinta artistas como os grupos A Bandinha e Taco de Golfe. O projeto é realizado pela Prefeitura Municipal de Aracaju, através da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju).

Na próxima quinta-feira, dia 3, será a vez do grupo Brasileiríssimo se apresentar no palco do teatro João Costa, no Centro Cultural de Aracaju, localizado na praça General Valadão, no Centro da capital, às 20h. Com entrada franca.

Fonte: Assessoria de Imprensa


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Nada foi encontrado

Responsive image