Bell Marques, Alok, Zé Neto e Cristiano, e Léo Santana estão entre as atrações confirmadas.

Dupla sertaneja Zé Neto e Cristiano se apresenta no dia 22 de junho — Foto: Funn Festival/Divulgação

A programação do São João 2019 de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, foi divulgada nesta terça-feira (30). As festividades serão iniciadas no Pátio de Eventos Luiz Lua Gonzaga no dia 1º de junho e seguirão até o dia 30 do mesmo mês.

A abertura dos shows será realizada no polo principal da festa com apresentações de Elba Ramalho, Mano Walter e a Orquestra de Pífanos & Maestro Mozart Veira.

Os artistas Bell Marques, Alok, Zé Neto e Cristiano, Bruno e Marronee Léo Santana também fazem parte da lista de atrações do festejo junino. Os homenageados do evento deste ano são o músico Sebatião Biano, a cantora Marlene do Forró, Marrone do Palhoção, Fogueteiro Manoel Mamoca (in memorian) e o artesão Severino Vitalino (in memorian), filho do Mestre Vitalino.

Léo Santana vai voltar ao São João de Caruaru em 2019 — Foto: Arnaldo Félix

De acordo com a prefeitura, serão quase dois meses de “Ciclo Junino”, com 31 dias de festa, em 24 polos. Os festejos têm início no aniversário da cidade, dia 18 de maio, com o “São João na Roça”, em Itaúna, e vão até 14 de julho, com a realização do Xerém com Galinha, na Vila do Rafael.

Neste ano serão implantados polos nas comunidades de Lages e Itaúna, totalizando 12 na zona rural. Outra novidade é a ativação do Monte Bom Jesus, que contará com música instrumental – com noites dedicadas à sanfona, pífano, viola e jazz.

Para a prefeita Raquel Lyra, o São João de Caruaru se consolida como evento descentralizado. “Estamos com mais dois polos na zona rural. Também vamos oferecer uma programação no Monte Bom Jesus, valorizando a comunidade e este lugar turístico tão importante para nossa cidade. Vamos fazer mais uma vez um grande evento, com atrações que agradam os mais variados públicos”, disse.

São João de Caruaru atrai milhares de pessoas todos os anos — Foto: Rafael Lima/Divulgação

A identidade visual do São João 2019 de Caruaru conta com a participação xilogravurista J. Borges, que produziu quatro obras exclusivas para a festa. Elas retratam a Feira de Caruaru, o Monte Bom Jesus e uma banda de pífanos, além da fonte utilizada. Foram disponibilizadas ainda mais de 30 peças para reprodução. Pela terceira vez, o responsável pela cenografia é o designer e cenógrafo Whalter Holmes, nascido em Caruaru.

Confira a programação completa do Pátio do Forró:

 

  • Sábado – 1º de junho:Orquestra de Pífanos & Maestro Mozart Veira, Elba Ramalho e Mano Walter;
  • Domingo – 2 de junho: Renilda Cardoso, Tayrone e Mastruz com Leite;
  • Sexta-feira – 7 de junho: Guilherme Topado, Gabriel Diniz e Cavaleiros do Forró;
  • Sábado – 8 de junho:Batista Lima, Jonas Esticado e Fulô de Mandacaru;
  • Domingo – 9 de junho:Lucas Costa, Dorgival Dantas e Alcymar Monteiro;
  • Quarta-feira – 12 de junho: Adriana Moral, Marília Mendonça e Petrúcio Amorim;
  • Sexta-feira – 14 de junho: Caru Forró,Bell Marques e Jorge de Altinho;
  • Sábado – 15 de junho:Vumbora, Saia Rodada e Luan Estilizado;
  • Domingo – 16 de junho: Totonho,Xand Avião e Waldonys;
  • Quinta-feira – 20 de junho:Danilo Pernambucano, Show Música do País de Caruaru e Brucelose;
  • Sexta-feira – 21 de junho:Didi Caruaru, Alok e Israel Novaes;
  • Sábado – 22 de junho:Gleydson e Henricky, Zé Neto e Cristiano e Geraldinho Lins;
  • Domingo – 23 de junho: Ricardo França, Azulão, Matheus e Kauan e Novinho da Paraíba;
  • Segunda-feira – 24 de junho:Irah Caldeira, Fagner e Gustavo Mioto;
  • Sexta-feira – 28 de junho: Gilvan Neves, Léo Santana e Maciel Melo;
  • Sábado – 29 de junho:Valdir Santos, Bruno e Marrone e Avine Vinny.

 

Conheça a história do São João de Caruaru

Idealizada pelo falecido odontologista Agripino Pereira, a festa teve início em 1972 na Rua São Roque, no Centro, segundo o historiador Walmiré Dimeron. “Ele gostava demais de organizar tudo. Era uma época muito boa”, lembrou a aposentada Tereza Pereira, viúva de Agripino.

A família Pereira morava na Rua São Roque quando o odontologista – ao lado a mulher dele – teve a ideia de decorar o local para comemorar o São João. Como as pessoas receberam a festa de forma positiva, em 1973 Agripino foi até Vitória de Santo Antão tentar conseguir patrocínio de uma empresa de bebidas – que ajudou cedendo um carro de som para animar as quadrilhas e cirandas. Naquele ano, a festa passou a ser realizada na Rua 3 de maio.

Rua São Roque ficava decorada durante todo o mês de junho

 Foto: Marinete Lira/Arquivo Pessoal

“Para a decoração da rua, todos os vizinhos participavam, eram cerca de 33 famílias. Meus filhos tinham três, sete, dez, 11 e 12 anos na época e os maiores já ajudavam também. Eu ficava fazendo pamonha, canjica e as outras comidas típicas porque naquele tempo não tinha ninguém que vendesse, como tem hoje. Eu ainda ajudava a organizar as apresentações culturais, como ciranda, quadrilha e dança de fita”, contou Tereza ao G1.

O casal deixou de participar da organização do evento quando foi morar em outro bairro e Agripino começou a estudar odontologia. A aposentada explica que em 1977 quem ficou à frente do São João foi uma das seis irmãs Lira, as quais sempre ajudavam a família Pereira durante o festejo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: https://g1.globo.com/pe/caruaru-regiao/sao-joao/2019/noticia/2019/04/30/programacao-completa-do-sao-joao-2019-de-caruaru-e-divulgada-confira.ghtml


Responsive image

Responsive image

Responsive image

Responsive image
Responsive image